170 milhões

22:21:00


Esse momento merece uma trilha sonora:

Billionaire - Bruno Mars 
Não, não fui a felizarda da Mega Sena. Até porque eu não jogo, só minha mãe mesmo. Eu sei, eu sei, as chances dela ganhar a bolada é a mesma de um chimpanzé dançar conga La conga no Festival de verão. Ou seja, quase nenhuma. Mas quem sabe? Hoje em dia há macacos que interagem bem mais que seres humanos. 
Voltando ao momento “se eu ganhasse os 170 milhões”... 
O que fazer com tanto dinheiro? Disse minha mãe que doaria metade à caridade (a metade? Sei...). Acho que a primeira medida seria mudar toda a família de endereço. Sei lá, hoje as pessoas matam por quarenta centavos, quanto mais por 170 milhões. Mudando todos de endereço, a segunda medida seria ordenar gado. Comprar uma baita fazenda (êh sô!). Com vacas, bois, patos, lagos, riachos, etc. E claro, entre esse meio termo, iria ao shopping só pra fazer umas comprinhas básicas. Carros, imóveis, guarda-roupa, tudo novo. Não se esquecendo de abrir algum negocio. Não só para render a grana, mas para trabalhar mesmo, porque ficar parada envelhece. Fora que só os juros do dinheiro no Banco sairia, em média, um milhão de reais por mês. Nada como um salário desses. 
Mainha iria obrigar a todos da família a fazer uma faculdade. Porque ninguém merece ser rico burro. 
 E você o que faria com essa bolada toda? 
E se depois dessa você voltasse a ficar pobre um dia, meu bem, você merece a cadeia.

You Might Also Like

5 Cerejas

  1. Tentaria controlar meus impulsos de querer gastar tudo e investiria no meu futuro, minha mãe ia guardar o dinheiro, é lógico, ela é muito mentalmente normal pra me deixar ficar com a grana, mas acho que abriria uma livraria ou algo do tipo, viajaria de monte, compraria uma saca na árvore e uma cama elástica. E, ah, muita pizza.

    ResponderExcluir
  2. engraçado, meu namorado e eu estávamos conversando sobre isso hoje a tarde :p
    eu acho que investiria em gado também, viajaria por alguns meses até abaixar o burburinho sobre o que ganhei né?! e me mudaria para alguma capital no país, tipo são paulo ou curitiba. ajudaria algumas instituições mais não doaria a metade nisso, compraria um new beatle, faria uma ótima faculdade, investiria em cinema e viveria muito bem com o rendimento da grana no banco até decidir aos poucos o que faria com o dinheiro e os melhores investimentos que poderia fazer. eu sou pão dura, tenho bastante consciência sobre dinheiro, mas acho que daria uma deslumbradinha e ajudaria meus familiares e amigos que precisam de algo, sabendo dosar quem folgasse :p

    enfim, gostei da postagem ^^

    ResponderExcluir
  3. Eu também doaria. Mas, não para caridade, sabe? Eu gostaria de ir pessoalmente de casa em casa. Ver o que a pessoa precisa e ajudar.
    Eu também mudaria de cidade. Viajaria muito. Abriria algum negócio.
    Só não compraria muitos imóveis, nem moraria em um casarão com elevador e 50 quartos.
    Eu quero uma casa simples, que caiba minha família. Uma casa bonitinha, decorada por mim. Só isso, seria ótimo.

    Gostei muito do texto e ri com "conga la conga". rs

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  4. Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
    Te escrevo para divulgarmos nosso blog, ainda está em processo de expansão. Se quiser nos acompanhar e dar umas risadas: www.o-cercadinho.blogspot.com
    Será um prazer te ter nos visitando lá. O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.
    Neste blog, somos cinco homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Heitor faz o estilo confuso e rebuscado. Apaixonante e cafajeste, este é Wanderlei. Já Cebola faz o estilo 100% sincero e sem rodeios. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. E Marcão, bom, esse é trash total. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
    Iberê

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, que saudade daqui. rs
    Então, se eu ganhasse, certamente não iria gastar nada da grana toda, ia gastar só os juros, assim, fica tudo garantido. Com os juros, eu iria viajar o mundo inteiro, sério mesmo, cada cantinho desse planeta! Conhecer várias culturas, costumes, religiões, modos de pensar, conhecer a história de cada lugar e de pessoas desses lugares, e com certeza depois disso, veria o mundo de outra forma. Acho que não basta ter a grana pra curtir tudo de bom e do melhor, é preciso usa-la para evoluir a mente tambem. Ficaria algum tempo isolada, meditando em alguma ilha (haha) e escreveria um livro de ficção cientifica sem me preocupar com a grana. Depois de aprender muito pelo mundo ( o que iria boa parte do tempo da minha vida) eu iria querer disseminar o conhecimento adquirido de alguma forma. Mas tambem, é claro que eu não resistiria a alguns bem materiais que todo milionário pode pagar.

    ResponderExcluir

Então, o que você me diz? Compartilhe comigo a sua opinião!

Natura

Postagens recentes

Curta nossa Fan Page!


Compre Natura Aqui!

Subscribe