O drama das cenouras

16:28:00

Minha mãe me obriga a comer cenoura, que cozida não é uma coisa muito agradável. E então ela passa duas horas falando quais os benefícios um pedaço de cenoura vai trazer a sua vida.
Depois de longos minutos você desiste e acaba cedendo para não mais ouvir toda aquela história de como um cara se curou de um câncer comendo cenouras.
Eu tenho prazer em fazer as coisas, quando alguém me pede pra fazer algo eu faço como se fosse pra mim. E faço melhor do que se fosse para mim. Porém não me obrigue, eu não trabalho sobre pressão, isso me irrita e tira todo o meu talento.
Amo os domingos, inclusive ontem foi um domingo. Acordo as oito para ir à igreja, volto da igreja e a noite novamente vou à igreja. É o dia em que, fora o dia do meu aniversário, eu tenho todo o direito de não fazer nada dentro de casa.
Afinal os escravos já foram alforriados.
Ilusão. Isso não me escapa das louças.
Uma coisa que me entrega é o meu humor. Se eu estiver feliz eu pareço estar feliz, se estou irada com você pareço querer te matar, isso é bem natural. Por isso acho que não consigo ser falsa. Talvez sínica e irônica quando necessário, mas nunca falsa.
Eu fico achando graça no intervalo do colégio como existem pessoas interesseiras. Que se juntam perto dos populares, puxa o saco deles, se veste como eles e só falta lamber o chão que eles pisam. Pra quê? Para serem os “amigos” dos caras. Isso é tão patético, tão... Sem personalidade.
Os poucos amigos que tenho, são meus amigos. Brigamos, rimos e brincamos na medida certa. E somos muito felizes tendo que disputar a fileira da cantina, sem ter alguém que faça isso por nós.

Seja autêntico!

You Might Also Like

2 Cerejas

  1. Mandita.... Posso te chamar assim?
    Bom, concordo com vc nesse lance de ser autentico e ter personalidade.... mas n liga não com essas pessoas pouco criativas... depois de um tempo descobri que são poucas as pessoas diferentes, aliás o nome já diz né... rsrsrsr. Ter personalidade própria e não forjada ou copiada ou feito ctrl c, ctrl v.. não é p qualquer pessoa. E no final (eu sempre pensei assim e depois percebi que dá certo)nós com um mínimo de personalidade, ou nós as diferentes somos sempre lembradas por todos seja os populares ou os outros simples mortais...


    Beijos

    Thiara

    ResponderExcluir
  2. Ah e tem outra coisa que ia me esquecendo...
    quando aos escravos rsrsrsr.
    Também fui uma dessas e depois agente descobre que é uma etapa do nosso aprendizado. Não que eu gostasse, também brigava e discutia com minha mãe, mas a vida é assim depois agente entende e releva muita coisa e depois acaba repetindo tudo com nossos filhos não tem jeito!
    Mas é assim mesmo, adolescentes são muitas vezes "escravos dos pais" e que os meus não escute ou leia isso pois por causa dessa palavra proferida por mim uma vez, tomei uma surra e fiquei de castigo.

    beijos
    thiara

    ResponderExcluir

Então, o que você me diz? Compartilhe comigo a sua opinião!

Natura

Postagens recentes

Curta nossa Fan Page!


Compre Natura Aqui!

Subscribe